Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Quem sou

O zumbi aqui do lado sou eu, Allan Machado, 28 anos, Belo Horizonte - Minas Gerais. Não sou bonito, mas sou simpático. Adoro ganhar presentes, desde que não sejam meias e cuecas... Ainda mais se for na promoção Pague 2 e leve 3.
Odeio dobradinha. Jamais me ofereça dobradinha. É uma ofensa, fico extremamente ofendido. Não existe coisa mais nojenta no mundo que dobradinha. Eu como carne de lagartixa ou escorpiões assados na Tailândia(?), mas não como dobradinha.

Torcedor do Atlético Mineiro, formado em Jornalismo e Pós Graduação em Comunicação Empresarial, gosto de cinema, música (rock) sair com o pessoal e jogar conversa fora.
Filme de terror favorito? Seria injusto eleger um, pois gosto de vários, cada um com sua característica marcante. Mas sempre fui fã do Boneco Bonzinho e Michael Myers. Aliás, Brinquedo Assassino foi o primeiro filme que rodou no meu Video-Cassete, isso em 1989.

A ideia de criar o Diário do Medo foi ter um blog com uma linguagem mais popular. Nunca tive a pretensão de ser um blogueiro de referência e sim apenas publicar textos sem muitos detalhes técnicos, com um apelo mais geral, de uma forma em que qualquer pessoa pudesse ler e entender. Mesmo porque para ser um grande crítico de cinema você deve ser, acima de tudo, um cinéfilo. E ser um cinéfilo é não ter preconceitos contra qualquer tipo de filme ou produção cinematográfica. Além disso, assistir muitos, mas muitos filmes, não somente de terror, mas em qualquer categoria, algo que não tenho paciência ou tempo para fazer. Então, concluíndo, nem considerar um cinéfilo eu posso. Outra característica fundamental para ser um bom crítico é ter conhecimento sobre as técnicas cinematográficas, como tipo de câmeras, enquadramentos, estilos, entre outros. Concluindo, o Diário do Medo é um espaço para opiniões no geral, sem a qualidade técnica de um Boca do Inferno ou do Pablo Vilaça, editor do Cinema em Cena.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...