Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

9 de out de 2010

A Vingança de Jennifer

A Vingança de Jennifer ( I Spit On Your Grave - 1978)

Direção: Meir Zarchi
Elenco: Camille Keaton, Richard Pace, Eron Tabor, Anthony Nichols, Gunther Kleemann.
Sinopse: Uma jovem escritora busca um lugar calmo e tranquilo para desenvolver sua nova história. Ao encontrar o local perfeito, é surpreendida por três habitantes da cidade, que a estupram violentamente, provocando humilhação e dor. Resta a escritora vingança.
Download: A Vingança de Jennifer RVMB Legendado
Trailer: I Spit On Your Grave


Curiosidades: A atriz Camille Keaton ficou tão marcada pelo papel de Jennifer que nunca mais conseguiu interpretar outros personagens que não tivessem a temática horror e se aposentou em 1993, depois de gravar seu último filme, Vingança Selvagem (Savage Vengeance -1993), com o mesmo roteiro sobre uma mulher que é estuprada e decide se vingar dos criminosos. 

Tentaram pegar carona no sucesso antigo e relançaram Vingança Selvagem como I Spit On Your Grave 2, o que não adiantou muito, pois a produção não vingou. Camille, que também foi casada com o diretor do filme, ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival Internacional de Cinema da Catalunha, Espanha. Foi premiada também com a Medalla de Plata en Sitges Ley pelo papel em A Vingança de Jennifer. Em alguns países, A Vingança de Jennifer foi lançado como Day Of The Woman, nome preferido do diretor, mas também como I Hate Your Guts, The Rape e Revenge Of Jennifer Hill. Teve quatro minutos censurados nos EUA, mas chegou ao Brasil completo. Um remake foi produzido em 2009 e estréia por aqui em dezembro. Clique aqui e assista o trailer.

O faz de A Vingança de Jennifer um excelente filme é o fato de não ter fantasmas, espíritos, monstros e outros sobrenaturais. E sim psicopatas que podemos encontrar na esquina de nossas casas, praticando um crime real, cruel, que atinge milhares de mulheres, todos os dias, em alguma parte do mundo. Jennifer é uma escritora de contos, procura um lugar calmo para escrever sua primeira novela. 

Mas ao chegar a uma tranquila cidade do interior, desperta o mais cruel comportamento do sexo masculino. A crueldade com que Jenny é estuprada é chocante, impressiona qualquer espectador. Sem nenhum planejamento ou qualquer motivação maior, o bando faz muito mais do que um simples estupro. A cena em que Jennifer implora para que um dos algozes aceite apenas uma masturbação sintetiza todo o sofrimento de uma vítima que já não aguentava mais ser penetrada. E sem nenhum escrúpulo, o criminoso enfia uma garrafa em sua vagina, completando com uma intensa fúria de socos e tapas. A Vingança de Jennifer é intenso, não tem uma trilha sonora, diálogos com piadas ou humor negro. É pura violência explícita.

Quando Jennifer resolve se vingar, não temos tanta violência comparada com os abusos que sofreu, mas que não deixam de ser terríveis os destinos de cada um dos agressores. Talvez, chocado com as brutais cenas sofridas por Jenny, é natural que o espectador espere mortes dolorosas e tão violentas quanto as agressões cometidas pelo bando. 

Contudo, é o suficiente para saciar o desejo de vingança que também atinge quem assiste. Poderia ter sido mais cruel, mas ao final temos uma sensação de satisfação. A reflexão que fica é  como o homem poder ser tão animalesco para satisfazer seus desejos e também sobre a vontade/necessidade de se fazer justiça com as próprias mãos, algo que qualquer um que assistiu ao filme torcia para que acontecesse. Isso não nos torna tão cruéis quanto nossos algozes?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...