Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

29 de jan de 2010

Contos da Cripta

Depois do lançamento de Creepshow, o subgênero contos de terror criou diversas raízes e tivemos dezenas de produções com o mesmo estilo que George Romero e Stephen King imortalizaram. 

E dessa brincadeira nasceu uma das séries mais legais já produzidas para a TV, estou falando de Contos da Cripta (Tales From The Crypt). Produzida pela HBO entre 1989 e 1996, a série foi exibida aqui no Brasil durante um bom tempo pela TV Bandeirantes, sempre como tapa buracos da programação. 

A série foi inspirada em uma HQ homônima de terror dos anos 50, de William M. Gaines, também fundador da famosa revista "MAD".

O Guardião da Crypta
Uma das coisas mais legais em Contos da Cripta era o "apresentador" dos contos macabros. O "Guardião da Cripta" era uma caveira feia, medonha, caindo aos pedaços, mas muito simpática e com um senso de humor pra lá de ácido, que virou marca registrada da série. A caveira foi produzida pelo famoso designer Kevin Yagher, o mesmo cara que também nos presenteou com outra figura marcante do universo terror, o Chucky, de Brinquedo Assassino. 

A risada do guardião era hilária e não eram raros os momentos em que partes do corpo dele se despedaçavam. Sem perder tempo o guardião já mandava uma piada em cima, pois não perdoava nem mesmo seus defeitos.

Vários nomes famosos passaram pela série durante seus 7 anos de vida. Somente para citar alguns temos Willian Friedkin (O Exorcista), Richard Donner (A Profecia), Tobe Hooper (O Massacre da Serra Elétrica) e Tom Holland (Brinquedo Assassino). Até mesmo o governador da Califórnia e eterno Exterminador do Futuro, Arnold Schwarzenegger, arriscou uma participação atrás das câmeras no episódio chamado The Switch, em 1990.

Cada episódio de Contos da Cripta tinha aproximadamente 30 minutos. O guardião fazia as apresentações iniciais, geralmente com uma rápida estória antes de iniciar cada conto. E voltava para as considerações finais, sempre com uma piada ácida sobre o destino daqueles que participavam dos contos.

Veja a abertura da série:



Tema de Contos da Cripta no teclado:



Com o sucesso da série, logo resolveram levar Tales From The Crypt para o cinema. O primeiro filme produzido foi Demônios da Noite (Tales From The Crypt: Demon Knight - 1995), dirigido por Ernest R. Dickerson e Gilbert Adler, com Billy Zane e Richard Miller no elenco. E em 1996 o Bordel de Sangue (Tales From The Crypt presentes "Bordello of Blood - 1996).

Trailer de Demônios da Noite (Tales From The Crypt: Demon Knight - 1995)




Demônios da Noite (Tales From The Crypt: Demon Knight - 1995) 

Direção: Ernest R. Dickerson e Gilbert Adler
Elenco:
Billy Zane, William Sadler, Jada Pinkett.
Sinopse:
Em uma pequena cidade do Novo México, um homem recebe uma chave que tem o sangue de Cristo. Depois de ser o escolhido para defender o mundo das forças do mal, passa a ser perseguido por um demônio interessado em destruir a chave.
Download:
Parte 1 Parte 2 Parte 3 Parte 4


Curiosidades: Além do conhecido Billy Zane, podemos conferir umas das primeiras atuações de Jada Pinkett, a mulher do também ator Will Smith.




O Bordel de Sangue (Tales From The Crypt presents "Bordello of Blood - 1996)

Direção: Gilbert Adler
Sinopse: Lilith, a rainha dos vampiros, é trazida de volta ao mundo dos vivos e abre um bordel no subterrâneo de uma funerária. O detetive Rafe Guttman descobre o covil sangrento e tenta acabar com a farra dos vampiros.


Demônios da Noite conta a história de um homem escolhido pelos céus para proteger a Terra com o sangue de Jesus. Como era de se esperar, o demônio, muito bem interpretado por Billy Zane, faz de tudo para liquidar o escolhido e dominar a Terra. A atuação de Billy Zane como o capeta é muito legal e Demônios da Noite é um filme bacana de se assistir, cheios de criaturas nojentas. 

Conta ainda com a participação de Jada Pinkett Smith, mulher de Will Smith (Eu Sou A Lenda, Independence Day, MIB-Homens de Preto e a série Um Maluco no Pedaço).

Bordel de Sangue é ruim. A história não convence hora nenhuma, muito menos os atores que participam. Custei para aguentar o detetive Rafe e suas péssimas piadinhas o filme inteiro. E alguém me explica aquela invasão ao bordel? O detetive enche um daqueles brinquedos de atirar água, mas com água benta e sai matando os vampiros a rodo, como numa brincadeira de criança. 

Parecia mais um episódio de Goosebumps. O que vale mesmo é a participação do Guardião da Cripta, que até joga Jô Ken Pô com uma múmia!

Um comentário:

Maurício disse...

Me lembro vagamente dessa série nos anos 90 , quando ela se passava na BAND , e ainda poderia voltar , seria ótimo . Essa série me faz lembrar de uma infância que queria de volta .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...