Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

17 de ago de 2009

O Biscoito Assassino

Uma vez, rodando por sites de terror pela rede afora, me deparei com um filme tão esquisito, mas tão esquisito, que de tão tosco que deveria ser me deu aquela vontade de assistir. Estou falando de A Camisinha Assassina (Kondom Des Grauens - 1996)

Sim, podem acreditar, foi filmado em Berlin e Nova Yorque e distribuído no Brasil pela Troma Filmes, que nem sei se existe mais. O fato é que o filme é real, de 1996, e conta a história de uma camisinha criada por uma seita de loucos com o objetivo de acabar com os tarados de Nova Yorque. Eu não tenho nem palavras para descrever esse nível de bizarrice. Ainda sim tenho a curiosidade de assistir.

Ainda nessa gama de filmes bizarros, no último final de semana baixei um inacreditável. Logicamente, depois de A Camisinha Assassina, eu já não duvidava de mais nada que viesse a pipocar em meu monitor. Estou falando de O Biscoito Assassino (Gingerdead Man - 2006). Um ladrão invade uma lanchonete e mata pai e filho depois que os dois reagem ao assalto. Mas o ladrão não consegue matar a irmã mais nova. 

O meliante é preso pela polícia, julgado e condenado a morrer na cadeira elétrica, sem antes jurar vingança, óbvio. Depois da tragédia, a irmã tenta continuar os negócios da família, uma padaria, com a ajuda da mãe e de um amigo chamado Brick. Certo dia, a irmã recebe uma encomenda de uma pessoa misteriosa. O conteúdo da caixa era ingredientes para biscoitos de gengibre.

Ao manipular os tais produtos misteriosos, o amigo da garota, Brick, se corta com uma faca. Ferido na mão, ele deixa seu sangue cair dentro dos produtos usados para o biscoito de gengibre, dando vida ao biscoito assassino. Caros leitores do Diário do Medo. O que comentar sobre um filme onde um biscoito sai matando as pessoas? Confesso que assisti ao filme sem nenhuma pretensão, obviamente. 

Em nenhum momento pensei dedicar um espaço aqui no blog para tal aberração. Mas é que a coisa é tão bizarra, mas tão bizarra, que eu cheguei à conclusão de que eu não posso poupá-los dessa "maravilha". O Biscoito Assassino é ruim por inteiro, não vale 1KB de qualquer download que se possa fazer.

O filme já começa com um absurdo sem tamanho. O pai da personagem principal resolve bancar o herói e, sem nenhuma arma, parte para cima do ladrão que assaltava a lanchonete, que não pensa duas vezes e sapeca tiro no velho. Outro absurdo é quando o padeiro e amigo da garota, o Brick, corta a mão. Se vocês, leitores do Diário do Medo, estivessem dentro de uma padaria, com quilos de produtos em cima da bancada e cortassem a mão, qual seria o último lugar em que vocês levariam o braço pingando sangue? 


Sim, o indivíduo leva o braço pingando sangue justamente dentro de onde estavam os ingredientes para a fabricação de biscoitos. O mais absurdo é que o biscoito assassino é, na verdade, o espírito do ladrão que assaltou a lanchonete e matou o pai e o irmão da garota. E porque diabos o sangue do padeiro, que nada tem a ver com a história, serve como impulso para o nascimento do biscoito?



Quando o biscoito assassino aparece pela primeira vez, eu não me segurei e ri alto aqui no meu quarto. É um show de comédia. A cara de mau do biscoito é de fazer rir até o Roberto Justos em dia de demissão no seu antigo programa. Ao perceber que estão sendo atacadas por um biscoito, uma das garotas tem a brilhante idéia de chamar a polícia. Ora, claro, porque não pensamos nisso antes? Vamos ligar para a polícia e dizer: "Socorro, estamos sendo atacadas por um biscoito armado com uma faca." Lamentável !

Outra cena surreal é quando o biscoito consegue entrar em um carro, ligá-lo e, com a ajuda de um PAU DE MACARRÃO, acelerar o veículo e matar uma pessoa, jogando o carro para cima dela. Difícil demais não é mesmo? Eu tenho certeza que vocês devem estar pensando: "Afinal, como é que o biscoito morreu?" Ora, queridos leitores, da forma mais simples possível. 


O padeiro Brick, depois de tentar estrangular a guloseima (?), dá uma bela mordida e arranca a cabeça do biscoito, mastigando e engolindo (!) depois. Fim da tosqueira? Não! A alma do biscoito assassino encarna no padeiro, que só morre depois de ser queimado no forno. E sabem o que é pior de tudo isso? Vejam a imagem abaixo.

Sim, Mortos-Vivos do Diário do Medo, temos O BISCOITO ASSASSINO 2. E o diabo do filme já tem até trailer. É duro, não é mesmo? Mas desta vez, o biscoito de gengibre está salvo de mim. Não perco um megabyte da minha conexão para baixar um filme desses. Vou ali comer um biscoito, e, se ele não for assassino, volto no sábado com um post novo!

Download O Biscoito Assassino 


Parte 1
Parte 3

Veja o Trailer de O Biscoito Assassino


2 comentários:

Cínthia disse...

Como pode-se ter medo de um biscoito gigante...chama turma do gueto pra papar esse biscoitao ae XD

Anônimo disse...

que filme ridículo,o roteiro é ridículo.Qual o problema do roteirista?É um completo idiota.Esse filme deve ter sido um fracasso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...