Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

15 de jul de 2009

O Dia dos Mortos

O DIA DOS MORTOS ( Day Of The Dead - 2008)

Direção: Steve Miner
Elenco: Ving Rhames, Nick Cannon, Stark Sands, Matty Rippy.
Sinopse: Uma cidade é totalmente contaminada por um vírus misterioso, transformando a população em mortos-vivos sedentos por sangue. Refilmagem do clássico de George Romero de 1985.


Quem nunca ouviu dizer que uma refilmagem jamais supera o original? Eu mesmo era um dos que sempre concordava com a afirmação. Até assistir o remake de O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chainsaw Massacre - 2003), onde o diretor Marcus Nispel (Sexta Feira 13 - 2009) nos brindou com um Leatherface sensacional, superando, sim, em minha opinião, o original de 1974, então dirigido por Tobe Hooper

O remake de Nispel é fantástico, provoca todos os arrepios que um filme de terror deve provocar. Isso sem contar a grande atuação de Jéssica Biel como protagonista. Na opinião deste humilde blogueiro, a única falha do roteiro foi como Leatherface terminou limitando uma provável continuação, que aconteceu em 2007, mas contando uma história anterior ao filme de 2003 devido a esse detalhe, que não vou contar para não estragar a surpresa de quem ainda não viu. 

Mas Nispel cagou no histórico quando produziu em Sexta Feira 13 2009 que ficou de mediano pra razoável.
O que mais desanima um fã do terror é quando uma obra prima do gênero é destruída por diretores idiotas, incapazes de sentir e perceber a essência sobre determinado filme. Se George Romero estivesse morto, eu poderia dizer que estaria se revirando no túmulo com o lançamento do remake de O Dia dos Mortos, que ele dirigiu em 1985. A bomba... Quer dizer, a refilmagem, foi finalizada em 2008 e chegou ao Brasil diretamente em DVD, para o alívio dos fãs, uma vez que seria uma humilhação ver um filme tão ruim ocupando lugar nas salas de cinema.

O Dia dos
Mortos, de Steve Miner, nem de longe lembra a obra prima de George Romero. Nem mesmo a participação, muito ruim, diga-se de passagem, de Ving Raimes (Madrugada dos Mortos) salvou esse estorvo de um fracasso. O histórico do diretor Steve Miner é até razoável: Halloween H20, A Casa do Espanto, Sexta Feira 13 - Parte II  e Parte III, além de alguns outros. Mas toda a experiência do cara em produções de terror parece ter sido esquecida. 


O remake tentou, ao trazer de volta os personagens do original, dar uma pitada de saudosismo, na intenção de agregar algum valor. Mas foi 100% infeliz, pois Ving Rhames não lembrou em nada o chato do Capitão Rhodes ou a mocinha Sarah, interpretada por Mena Suvari. Até mesmo o simpático morto-vivo Bob virou uma piada nesta dispensável produção de Steve Miner. Bob é esse zumbi aqui do lado esquerdo, do pôster do filme original. 

O Dia dos Mortos - 2008 é cheio de clichês horrorosos e cenas patéticas, como a do soldado do exército  mandando o Tenente Rhodes (Ving Rhames), já contaminado e transformado em zumbi, calar a boca. Outra cena idiota é quando os sobreviventes da contaminação chegam a uma barreira do exército e são recebidos a bala por soldados-zumbis atirando para todos os lados. Sem contar que a maioria das cenas são tão escuras que muitas vezes você não consegue ver o que está acontecendo. 

Os zumbis são deploráveis, pulam janelas de vidro como se fossem ninjas, dão saltos enormes tipo Daiane dos Santos e andam nas paredes como lagartixas. Definitivamente, um filme DISPENSÁVEL, que entra na lista das piores refilmagens já produzidas.

4 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Ola Allan!
Obrigada por ter passado no meu blog, viu?
Eu tenho muito medo de filmes de terror (rs) ou de "medo", so gosto de filmes de amor... Ah, gosto tambem daqueles que desvendam crimes, (como CSI, NYPD) e gosto tambem de filmes de suspense. Mas terror, nao eh comigo!
Beijao pra voce!
MARY

eric coutinho disse...

poaaaa!!! blog de terror??? tesão hein...uhulll...
bixo..vlw a visita no boteco

abs

A menininha disse...

Eu gosto de filmes de terror mais do que das comédias...rs

O que me mata sinceramente nesses filmes, é que as noites não terminam e TODOS os finais são previsíveis!

Acho que não tem nenhum filme que eu diga pra vc: -Putz, esse é O filme...

Beijinho, gostei do blog

Anônimo disse...

Oi, tô procurando parceiros, http://capengalococronicas.blogspot.com/
Caso estaj interessado trocamos banners, abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...