Zombooka 2

Depois de me deliciar com o Flaming Zombooka 1, chegou o Zombook 2.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Medo.Com

A internet e seus podres profundos. Todos nós sabemos que coisas ruins existem em qualquer lugar. No esporte, no mundo empresarial, na polícia e em qualquer espaço da terra que esteja habitado por humanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Você Sabia?

Nicole Kidman é Dra. Carol Bennel, psiquiatra em Washington, que luta para salvar a vida de seu filho ao descobrir uma invasão de um vírus alienígena.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

Atriz brasileira é sucesso em filme americano

A brasileira Fernanda Andrade está despontando nos cinemas americanos.

Titulo da Imagem Titulo da Imagem

11 de jun de 2009

O Exorcista



Há 36 anos, os estúdios Warner Bros entravam para a história do cinema mundial produzindo o maior filme de terror de todos os tempos. Depois de desenterrar uma estátua no Iraque, o padre Lankester Merrin, interpretado por Max Von Sydow  (Minority Report) e (A Hora do Rush), liberta um demônio de nome Pazuzu, que mais tarde se apossa do corpo da garotinha Regan Theresa MacNeil, em uma atuação memorável da atriz Linda Blair. 


Com a ajuda do Padre Damien Karras, vivido por Jason Miller (Jogos de Azar), Merrin tenta a qualquer custo expulsar o demônio do corpo da garota. É com esta história que o diretor Willian Friedkin, baseado no livro homônimo do escritor Willian Peter Blatty, abalou as estruturas dos cinemas mundiais em O Exorcista, no ano de 1973. 

Com um dos roteiros mais assustadores sobre possessão demôníaca, o filme arrastou multidões em todos os países onde foi exibido, conseguindo a proeza de ganhar um Oscar® nas categorias técnicas de Roteiro Adaptado e Melhor Som.


O DEMÔNIO

Padre Karras: Então, vamos nos apresentar. Eu sou Damien Karras.
Regan: Eu sou o Diabo. Agora, seja bondoso e solte essas tiras.
Padre: Se você é o Diabo, por que não faz as tiras desaparecerem?
Regan: É muito vulgar uma exibição de poder, Karras.


Willian Friedkin foi brilhantemente vencedor ao abordar um tema que dificilmente não impressiona as pessoas: Possessão Demoníaca. Aliado ao terror psicológico em ver uma garotinha tão simpática se transformar em uma criatura cruel, medonha e cheia de feridas nojentas, com uma voz terrivelmente assustadora, O Exorcista consegue provocar temor até no mais cético. 

Sobre a voz demoníaca, muitos não sabem, mas foi feita sem nenhum recurso digital, através de uma veterana atriz chamada Mercedes Agnes McCambridge. O Exorcista ainda se completa com uma distribuição inteligente das cenas de terror. Isto é, tirando a cena final do exorcismo, não somos expostos a uma quantidade longa de horror em termos de tempo. As partes em que o demônio aparece são curtas, mas o suficiente para impressionar e envolver os espectadores dentro do filme. 

Com palavras de baixo calão, vômitos e cenas bem impactantes, como quando Regan se masturba com um crucifixo, O Exorcista pode ser considerado o pai dos filmes de terror. Não há uma lista sequer em que a possessão de Regan não esteja nas primeiras posições quando o assunto é eleger o melhor filme de terror de todos os tempos. Não podemos também deixar de citar a maquiagem excepcional em Linda Blair, que ainda assusta muita gente nos dias atuais. 

Uma curiosidade é que em várias cenas do demônio, um dublê foi usado nas gravações, pois a atriz tinha 12 anos na época e era muito arriscado colocar uma criança para fazer esse tipo de filme.

A PRODUÇÃO


Regan: Um excelente dia para um exorcismo.
Padre Karras: Você gosta disso?
Regan:
Intensamente!
 

O quarto da casa onde o filme foi rodado era resfriado com quatro aparelhos de ar-condicionado. A idéia era que com o frio, as câmeras pudessem capturar a respiração gélida dos personagens. Para filmar a cena do vômito, foram usados pequenos tubos transparentes, localizados ao lado da boca do dublê de Linda Blair. 

O líquido nojento era nada mais que sopa de ervilhas com leite. Na terrível cena da masturbação com o crucifixo, onde a mãe de Regan é arremessada para trás, a atriz Ellen Burstyn se machucou de verdade. A cena foi gravada e é aquela exibida originalmente no filme. O autor do livro em que o filme foi baseado, Willian Peter Blatty, morou no apartamento onde tudo foi gravado. Para marcar ainda mais O Exorcista na história do cinema mundial, foi a única produção do gênero a ser indicada para o Oscar®. 

Outros fatos que ajudaram na publicidade do filme foram os incêndios nas gravações e as oito mortes de forma misteriosa das pessoas envolvidas na produção, mistificando ainda mais O Exorcista. Além de ganhar o Oscar®, foi premiado com quatro Globos de Ouro como Melhor Filme - Drama, Melhor Diretor, Melhor Roteiro e Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Blair). Recebeu ainda outras três indicações em Melhor Atriz - Drama (Ellen Burstyn), Melhor Ator Coadjuvante (Max Von Sydow) e Melhor Revelação Feminina (Linda Blair). Boatos dão conta de que Linda Blair só não ganhou o Oscar® como melhor atriz por que, por conta da sua idade, um dublê foi usado nas cenas da possessão.

Linda Blair

Demônio: Deixa Jesus te foder, deixa Jesus te foder. Me chupa, me chupa!

Depois de alcançar o estrelato com Regan, Linda Blair nunca conseguiu repetir a façanha em nenhuma outra produção. Selecionada entre aproximadamente 600 candidatas, Blair viveu os dois lados da moeda da fama. Enquanto era conhecida no mundo inteiro, sentia na pele que interpretar o Demônio não era tarefa das mais simples. 

Em diversas entrevistas, a atriz cita que já sofreu agressões verbais e físicas, obrigando, na época, o estúdio Warner a contratar seguranças para a garotinha. Mas sua carreira não decolou e Linda Blair foi parar em várias produções secundárias e de qualidade duvidosa. Sua primeira mancada cinematográfica foi participar de O Exorcista II - O Herege. 

O filme foi um fracasso de público e crítica, também pudera, é ruim demais. Depois disso, Linda começou a abusar das drogas e álcool, afundando ainda mais. Apenas nos anos 90, Linda Blair voltou à mídia ao atuar em Repossuída (1990), um filme que satirizava o trabalho em que ela despontou para o mundo... Uma ironia do destino! Mesmo assim, a atriz nunca mais conseguiu um papel de destaque. Voltou aos holofotes quando O Exorcista foi relançado no mercado em 2003, na comemoração aos 30 anos da produção. 

Atualmente, Linda Blair é membro do Peta, uma associação americana de proteção aos animais e também tem sua própria fundação de proteção aos bichos - Linda Blair WorldHeart Foudation.

CONTINUAÇÕES... TERRÍVEIS CONTINUAÇÕES

Demônio: Afaste-se, a vadia é minha. Me fode, me fode!




Como não poderia deixar de ser, O Exorcista também teve continuações. Geralmente, nenhum crítico de cinema perde seu tempo em comentá-las, mas como estamos fazendo um dossiê sobre o filme, fico na obrigação de escrever sobre as duas terríveis continuações da história. Entretanto, os dois filmes são tão ruins, mas tão ruins, que por mais que eu me esforce, não irá ter conteúdo para que eu escreva mais do que poucas linhas. 

Em O Exorcista II, Regan volta a ser possuída pelo espírito maligno. Ela tenta se curar com a ajuda de um psicanalista, mas somente um padre de possessão irá conseguir afastar outra vez o Tinhoso. Além de tentar repetir o sucesso com a mesma história, a atriz Linda Blair recusou-se a se maquiar novamente como no primeiro filme. O resultado não poderia ter sido outro: HORRÍVEL. Foi o primeiro passo para o declínio da carreira de Blair. 

 O roteiro chegou a ser oferecido para Stanley Kubrick, que, inteligentemente, recusou. Chego até a pensar que talvez se Kubrick, com todo seu talento, tivesse aceitado, algo melhor poderia ter saído.

O Exorcista III tinha o roteiro e direção de Willian Peter Blatty, escritor do livro em que o primeiro filme foi baseado. A expectativa era de algo pelo menos de razoável pra bom... Ledo engano nosso. A cidade de Georgetown é assolada por dezenas de assassinatos e um detetive descobre que os fatos que ligam o autor dos crimes estão ligados a uma execução feita no dia do exorcismo do primeiro filme. É mole? A história mais se parece com um filme de ação do que propriamente como deveria ser, terror.

Em agosto de 2004, a Warner Bros lançou O Exorcista 4 - O Início, contanto como tudo começou, com o padre Merrin mais novo e o seu primeiro contato com o Demônio Pazuzu. Se não comparado ao primeiro, O Exorcista 4 é bem bacana e tem cenas interessantes, até um tanto quanto violentas. 

A primeira versão gravada de O Exorcista 4 - O Início, dirigida por Paul Schrader, foi considerada fraca pelos executivos que financiavam o projeto. Paul foi substituído por Renny Harlin, que apresentou um filme terrivelmente assustador, inclusive com cenas de crianças sendo mortas. Era tudo que o estúdio queria; uma produção para relembrar o terror que o primeiro filme causou. Entre crítica e público, o filme foi bem, mas nada exagerado.

Enfim, não há como negar que O Exorcista foi um marco na história do cinema mundial. Seu roteiro perturbador, com cenas extremamente violentas, capazes de aterrorizar qualquer um nos dias atuais, mesmo com 39 anos de idade, faz dele um filme genial, que sempre estará no hall dos melhores. 

Será que algum dia teremos uma produção de terror tão fantástica como O Exorcista? É torcer para que sim. E você, considera O Exorcista como uma obra prima do cinema? Deixe seu comentário!

Mais sobre O Exorcista?


Internet Movie Datebase (Em inglês)

21 comentários:

Simone Schuck disse...

Acho que nenhum filme irá me aterrorizar mais que esse! E eu sou bem cagona mesmo. Mas esse aí, não tem igual.

E o II é muito ruim mesmo, parece nem tratar-se do mesmo filme...

Cαmilα ♥ disse...

Eu morro de medo desse filmeee... não assito sozinha mesmooooOO!
Mas adoro filmes assim!
BeijO

::Vinicius:: disse...

Obrigado pela visita e voltei sempre!

_Gio_ disse...

Não acho o que elas consideraram desmerecido. Só que elas lutaram pelos direitos, e abdicaram dos deveres. E ficaram tanto tempo no papel de vítima, que esqueceram que a vida masculina não é sempre um mar de rosas...

Marcoso disse...

seu banner foi adicionado, valeu a parceria

Guardião Sombrio disse...

Olá Marcelo, td bem?
Sou o dono do blog Cidade das Almas, e achei muito boa sua proposta de parceria. Mas como funciona estes banners? Sou leigo no assunto. Como você pode ver no meu site, coloco apenas o link dos sites parceiros. Aguardo maiores informações suas.
Mórbidos Abraços

V. Martins disse...

MEDO DESSE FILME!
Porque ele é cheio de macumba, sei lá. Todo mundo que faz morre na vida real.

Estranho .-. HAHA

disse...

Definitivamente, não sirvo para isso. Sou tipo criança que corre para os braços da mãe ao ver um pouco de sangue e não posso com terror. Porém, lendo teu texto, achei muito interessante a história. Quem sabe um dia eu não crio coragem de asssitir, né? Beijos.

Grazi disse...

Adoro filmes de terror e exorcista é um clássico, ainda mais nos dias de hoje que não se faz mais terror como antigamente. No máximo um suspense sangrento.
Bjus

Dri Viaro disse...

Boa semana!!

to na correria hj, depois volto com mais tempo

bjssss

Flor disse...

Cara que Blogue maneiro uai,voltarei sempre,beijos e tipo voc~e não tem uns filmes maneiros de vampiros para indicar não??Beijos de novo,bye.

Dani disse...

Lembro da primeira vez que vi esse filme! O medo era tantoooo, que assistimos em uma turmona! OIHAOIHAIOAHOA

voltarei mais vezes aqui :)
Bjao

Gabriela disse...

Blog interessante, eu adoro filmes! Adoro assisti-los! e por aqui há muita informação.

Bjos

Robs disse...

Oieee....tudo bem!

Obrigada pela visita ao blog...volte sempre que quiser ok??

Bom...eu ja assisti alguns filmes do Exorcista e nao achei nada de mais, serio mesmo.

Tudo bem q tem umas senas bem sinistras, mas o filme em sim nao poe medo...

Bjosss!

háds disse...

è,Exorcista ja assombrou muitas pessoas! eu mesmo! quando vi pela primeira vez! tive pesadelos e nao conseguia dormir hahahahahha hoje em dia eu acho tão INCRIVEL! vejo sem problema algum!
Ele marcou! e não adianta fazer REMAKE! pq acho que nao vira nada, fato.

e quanto as continuações! nao vi nenhuma delas! e nem vou ver! depois de ler as criticas aqui. rs


see ya

Leandro disse...

Esse é clássico mesmo,muito bom,apesar que hoje em dia não dá tanto medo.E acho dificil um filme novo ser como esse(e outros de terror mais antigo)talvez até pelos equipamentos que usavam na época,era mais sombrio,seilá..

Leandro disse...

Agora que eu to vendo,essa atriz Linda Blair participou de um episódio de Supernatural. (2x07)

Bru disse...

Caramba, o exorcista é um filmão. Lembro que assisti quando tinha uns 10 anos, junto com um monte de gente da minha idade, à noite e numa sala bem escura...até que um palhaço inventou de dar pause bem na hora do rosto da Regan possuída. Todos saíram correndo e gritando da sala. E quem era o doido de voltar lá pra dar play no filme???
P.s: Ah, valeu pelo post no meu blog, aquela novela que citei e as que vc citou também, realmente marcaram minha vida! kkkkkkkkkkkkkk
Bjs

isabella gatto disse...

esse filme e loko de mais eu adoro

nightrider disse...

Um dos melhores sobre possessão do bafo de enchofre!Leia o livro LEGIÃO também!É muito bom!É meio dificil de achar e na net nem vi nada sobre o livro!

R.V disse...

Ah, é só meu filme preferido de todos os tempos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...